Programa

Quinta-feira, 19 de Março de 2020
09h00 – 11:00 Trabalhos

CO – CR 1

Moderadores:

CO – EGD 1

Moderadores:

V –

Moderadores:

P – END

Moderadores:

P – EGD 1

Moderadores:

P – Trauma-Int. 1

Moderadores:

P – CR 1

Moderadores:

P – Vários 1

Moderadores:
09h00 – 11h00

Mesa Redonda Hepatobiliopancreática – Vias Biliares

Presidente
Moderadores
Abordagem atual da colecistite aguda
Tratamento da lesão iatrogénica das vias biliares
Papel da cirurgia mini invasiva na cirurgia biliar complexa
Avanços no tratamento do colangiocrcinoma hilar
Sala 1

Mesa Redonda Vascular: Isquémia intestinal aguda

Presidente
Moderadores
Fisiopatologia
Diagnóstico clínico
Diagnóstico Imagiológico
Tratamento endovascular
Tratamento cirúrgico
Falência intestinal associada ao síndrome intestino curto
Sala 2

Mesa Redonda Cirurgia Mamária: Cirurgia da Mama no tempo da Neo-adjuvancia

Presidente
Moderadores
Cirurgia Geral
Radiologia
Anatomia Patologica
Sala 3
11h00 – 11h15 Intervalo
11h15 – 13h15 Trabalhos

CO – HBP 1

Moderadores:

CO Mama

Moderadores:

V –

Moderadores:

P – HBP 1

Moderadores:

P – CR 2

Moderadores:

P – CR 3

Moderadores:

P – Vários 2

Moderadores:

P – Par. Abd

Moderadores:
11h15 – 13h15

Mesa Redonda Esofagogastroduodenal: doença benigna esofagogástrica

Presidente:
Moderadores:
Divertículos esofágicos – Como e quando tratar?
Atitude perante um esófago de Barrett
Fístulas pós gastrectomia. Como tratar?
Prós e contras de operar um doente com DRGE
Tumores benignos do estômago – Quando operar?
Sala 1
11h15 – 12h45

Mesa Redonda Cirurgia Endócrina: Cirurgia das glândulas supra renais

Presidente:
Moderadores:
Anatomia e Fisiologia das Suprarrenais
Imagiologia das Suprarrenais
Quando operar
Como operar
Experiência de uma unidade funcional de cirurgia endócrina
Sala 2
12h45 – 13h15

Conferência: Hipertensão arterial secundária a patologia das supra renais

Presidente:
Conferencista:
Sala 2
11h15 – 13h15

Mesa Redonda Trauma/C.Intensivos e cir. Emergência: Cirurgia no idoso – melhorar resultados

Presidente:
Moderadores:
Particularidades da biologia do idoso
A Anestesia é diferente?
Reabilitação multimodal: conceito
Patologias urgentes mais comuns. Como atuar ?
Protocolo ERAS para cirurgia de urgência no idoso. Utopia ou realidade ?
Sala 3
13h15 – 14h30 Almoço
14h30 – 16h00

Sessão de abertura

Presidente da Sociedade Portuguesa de Cirurgia
Palestra não médica:
Presidente de honra
Convidados:
Ministro da Saúde
Presidente Câmara Municipal Tomar
Bastonário Ordem dos Médicos
Presidente Conselho Administração CH Médio Tejo
Presidente do Colégio de Cirurgia Geral
Sala 1
16h15 – 16h45

Conferência: Como auditar qualidade em Unidade HBP

Presidente:
Conferencista:
Sala 1

Conferência:

Presidente:
Conferencista:
Sala 2

Conferência: Obstructive Defecation: When and how to operate

Presidente:
Conferencista:
Sala 3
16h45 – 17h00 Intervalo
17h00 – 19h00 Trabalhos

CO – EGD 2

Moderadores:

CO – END

Moderadores:

V –

Moderadores:

V –

Moderadores:

P – HBP 2

Moderadores:

P – EGD 2

Moderadores:

P – Vários 3

Moderadores:

P – Trauma-Int. 2

Moderadores:
17h00 – 19h00

Mesa Redonda Colorectal: patologia CR benigna

Presidente:
Moderadores:
Estimulação neuro sagrada na incontinência fecal
Protocolectomia reconstrutiva: quando propor e quando evitar
Prolapso rectal: qual a melhor opção
Protocolo ERAS em cirurgia colorectal: realidade e resultados
Sala 1
17h00 – 19h00

Mesa Redonda Parede Abdominal: Hérnia inguinal e Incisional

Presidente:
Moderadores:
Aspectos a considerar na opção cirúrgica para Hérnia Inguinal: tailored surgery
Fixação de prótese: Sim ou nâo? Altera os outcomes?
Hernioplastia Lichtenstein – como eu faço (Video)
TEP – como eu faço (Video)
TAPP – como eu faço (Video)
Hérnia Incisional Laparoscópica – como eu faço (Video)
17h00 – 19h00

Mesa redonda American College of Surgeons: A “arte” do cirurgião visto por outras artes

Presidente:
Moderadores:
19h00 Assembleia Geral da SPC Sala 1
20h30 Jantar do congresso
Sexta-feira, 20 de Março de 2020
08h00 – 10h00

Mesa Redonda Internos: Formação em cirurgia minimamente invasiva

Presidente:
Moderadores:
Contexto actual e prespectivas futuras: Cirurgia Minimamente Invasiva no internato de Cirurgia Geral
Impacto da implementação de cirurgia minimamente invasiva na realização de Cirurgia aberta
Implementação de um programa de Cirurgia Minimamente invasiva no Internato
Realidade formativa de Cirurgia Minimamente Invasiva em Portugal
Realidade formativa de Cirurgia Minimamente Invasiva em Espanha
Sala 2
08h30 – 10:30 Trabalhos

CO – HBP 2

Moderadores:

CO – Par. Abd

Moderadores:

V –

Moderadores:

V –

Moderadores:

P – HBP 3

Moderadores:

P – Mama

Moderadores:

P – END

Moderadores:

P – Trauma/Int 3

Moderadores:
08h30 – 10h30

Mesa Redonda Colorectal:Cancro CR; doença localmente avançada e metastizada

Presidente:
Moderadores:
Cirurgia na Recidiva Local Pélvica: truques, limites e resultados
Radioterapia intra-operatória no cancro do recto LA e na recidiva local -resultados na prática clínica
Liver first vs Primário first
O que há de novo em cirurgia de cito redução e HIPEC para a carcinomatose por Carcinoma CR
Sala 1
10h00 – 11h00

Assembleia Geral do Colégio de Cirurgia Geral da Ordem dos Médicos

Sala 2
10h30 – 11h00 Intervalo
11h00 – 13h00 Trabalhos

CO – Vários/Inv.

Moderadores:

CO – Trauma/Int.

Moderadores:

V –

Moderadores:
11h00 – 13h00

Mesa Redonda Esofagogastroduodenal: Cancro do esófago: ponto da situação

Presidente:
Moderadores:
Tratamento Neoadjuvante em cancro do esófago: estado da arte
Cirurgia minimamente invasiva: em que ponto estamos?
Cirurgia do cancro do esófago: para que serve o robot?
Papel da linfadenectomia após tratamento neoadjuvante. Haverá lugar para contenção?
Controvérsia no tratamento do cancro do esófago: Wait and see, after neoadjuvant therapy
Sala 1
11h15 – 13h15

Mesa Redonda Hepatobiliopancreática – Carcinoma Pâncreas

Presidente:
Moderadores:
Técnica de Heidelberg/ procedimento convencional, no tratamento do Carcinoma do Pâncreas
Cirurgia para o Carcinoma avançado do Pâncreas
Predisposição genética pra o Carcinoma do Pâncreas e papel do screening
Diagnóstico e terapêutica no Carcinoma do Pâncreas: has the time come to prick the bubble?
Sala 2
11h00 – 13h00

Mesa RedondaParede Abdominal: Como abordar as principais complicações. Cirurgia Robótica – um futuro próximo?

Presidente:
Moderadores:
Abordagem da recidiva de Hérnia Inguinal – que estratégias utilizar
Aspetos a considerar na hérnia incisional
Dor crónica pós hernioplastia
Cirurgia Robótica na parede abdominal
Registo Nacional Hérnias – GREPA Portugal
Competência especifica em Parede Abdominal
Sala 3
13h00 – 14h00 Almoço
14h00 – 16h30

Prova de Caras

Presidente:
Moderadores:
Caso Ilhas- Hospital do Funchal
Caso Centro- Hospital Castelo Branco
Caso Sul- Hospital Évora
Sala 1
14h00 – 15h00

mini Mesa redonda com SP Cirurgia Obesidade : Abordagem do doente obeso mórbido pelo cirurgião geral

Presidente:
Considerações peri operatórias na cirurgia do doente obeso mórbido
Cirurgia geral no doente obeso mórbido
Complicações pós operatórias mais frequentes
Sala 2
15h00 – 16h00

mini Mesa redonda com APCirurgia Ambulatório:

Presidente:
Como aumentar complexidade de procedimentos sem comprometer segurança
Cirurgia de Urgência em CA
Cirurgia Oncológica em CA – quais os limites
Sala 2
16h30 – 17h30

mini Mesa redonda com a SP Coloproctologia: pólipos colorectais; terapêutica adequada

Presidente:
Moderadores:
Resseção mucosa endoscópica: indicações e limitações
Disseção submucosa endoscópica: indicações e limitações
Cirurgia de salvação por via laparoscópica: indicações
Sala 1
16h30 – 17h30

mini Mesa redonda com SPCirurgia Min. Invasiva:  

Presidente:
Moderadores:
Centros de referância para doença biliar benigna complexa: laproscopia para a coledocolitiase em 2020
A realidade Portuguesa: passado, presente e futuro
Sala 2
17h30 – 18h30

mini Mesa redonda com SP Cirurgia Plástica:  

Presidente:
Moderadores:
Sala 1
17h30 – 18h30

mini Mesa redonda com SP Cirurgia Pediátrica:  

Presidente:
Moderadores:
Malformações congénitas abdominais com manifestação em idade adulta
Cirurgia hepatobiliar em idade pediátrica: um exemplo de cooperação entre duas especialidades
Sala 2
14h00 – 15h00

Melhores Posteres

Presidente:
Moderadores:
Sala 3
15h00 – 17h00

Melhores Vídeos

Presidente:
Moderadores:
Sala 3
17h00 – 19h00

Melhores Comunicações orais

Presidente:
Moderadores:
Sala 3
19h15 Sessão de encerramento Sala 1
Sábado, 21 de Março de 2020
08h30 – 13h00

Curso de Cirurgia Endócrina

Coordenador:
Monitores:

Módulo teórico

Apresentação –
Introdução à Ecografia
Ecografia da tiróide e cadeias ganglionares: anatomia ecográfica –
Ecografia da tiróide; patologia ecográfica –
Ecografia da paratiróide: indicações e anatomia ecográfica –
Indicações para biopsia guiada por ecografia –
Noções básicas de biopsia guiada por ecografia –

Módulo teórico-prático

Casos clínicos: fotos e vídeos –

Módulo prático

Tiróide normal

Casos práticos: patologia tiroideia,paratiroideia e adenomegálias

Hospital Tomar
08h30 – 13h00

Curso de Parede Abdominal: Como eu faço: segredos e dicas

Coordenador:
Comentadores:
Hérnia Inguinal – técnica anterior / posterior
Hérnia Crural – técnica anterior / laparoscópica
Hérnia Inguinal – via laparoscópica – TEP
Hérnia Inguinal – via laparoscópica – TAPP
Abordagem da recidiva da hérnia inguinal
Comentadores:
Hérnias da linha média – via aberta vs via laparoscópica
Hérnia incisional – via aberta
Hérnia Incisional – via laparoscópica
Técnica de separação de componentes
08h30 – 13h00

Curso de Vascular: Pé Diabético com infeção aguda

Presidente:
Comentadores:
Introdução: dados epidemiológicos e problemas socioeconómicos
Fisiopatologia do pé diabético
Anatomia do pé e vias de propagação da infeção
Diagnóstico do Sindrome da infeção aguda
Tratamento na urgência do pé diabético com infeção aguda
Importancia da revascularização precoce nos resultados
08h30 – 13h00

Curso Colorectal: Urgências em Coloproctologia

Coordenador:

Módulo I

Doença Hemorroidária complicada –
Fissura anal –
Imagiologia na supuração anorectal –
Supuração anorectal –

Módulo II

Trauma anorectal –
Hemorragia digestiva baixa –
Oclusão intestinal baixa –
Diverticulite –
08h30 – 13h00

Curso Hepatobiliopancreático: Cirurgia pancreática e diabetes mellitus

Presidente:
Comentadores:
Diabetes pancreatopriva: o que é? –
Diabetes “de novo” como indicador do cancro do pâncreas
– perspectiva do endocrinologista
– perspectiva do cirurgião
“Dr., vou ser operado ao pâncreas: vou ficar diabético?”
– perspectiva do endocrinologista
– perspectiva do cirurgião
Indicações e consequências da pancreatectomia total
Manuseamento do doente sem pâncreas:
– perspectiva do endocrinologista
– perspectiva do cirurgião
Cirurgia pancreática, diabetes e nutrição
– perspectiva do cirurgião
– perspectiva do endocrinologista
– perspectiva do gastroenterologista
Diabetes pós cirurgia pancreática: perspectivas inovadoras
– projecto “Medical dogs for diabetics”
– ensinamentos da Cirurgia Bariátrica
– autotransplante de ilhéus: ficção científica?
Síntese e encerramento
08h30 – 13h00

Curso de Esofagogastroduodenal: DRGE e Acalásia

Coordenador:
Comentadores:
Anatomia cirúrgica da região esofagogástrica
Estudos funcionais esofágicos, DRGE e Acalásia
DRGE
Indicações para cirurgia
Técnicas e resultados a curto e longo prazo
Recidiva – Indicações para cirurgia Redo
Quando usar próteses?
Discussão
Acalásia
Técnicas não cirúrgicas
Indicações para cirurgia
Vídeo endodlip
Técnica cirúrgica e resultados a curto e longo prazo
Opções na recidiva
Discussão
08h30 – 13h00

Curso de Cirurgia Mamária: Cirurgia da axila no cancro da Mama

Coordenador:
Comentadores:
Procedimentos sobre a axila: passado, presente e futuro- Natália Alves
Do esvaziamento axilar à prática atual: experiência das Unidade de cirurgia mamária:
– IPO Porto
– CH S. João
– CH Entre o Douro e Vouga
– CHU Lisboa Norte
– Hospital Évora
– CHU Algarve
08h30 – 13h00

Curso de Colocação ecoguiada de catéteres venosos centrais

Organização: Unidade de Acessos Vasculares do Serviço de Cirurgia Geral do IPO de Lisboa
Organigramas de decisão; CVC (CICC, PICC, FICC) e CVP
ECOGRAFIA Introdução/Utilidade
Princípios básicos da Ecografia
Anatomia e técnica ecoguiada
Resultados com colocação ecoguiada
Dificuldades comuns
Sessão prática
Formadores:
Formandos divididos em 3 grupos: 1 Modelo humano e 2 modelos animais
Com possibilidade de cada formando praticar a visualização ecográfica das principais veias centrais e a venopunção ecoguiada
Hospital Tomar